Lugar de mulher é onde ela quiser!

BLOG:

POSTS RECENTES
Please reload

Procurar por tags
Please reload

O DESAFIO DE SER MULHER, SER MÃE E SER FELIZ!

July 8, 2017

Por: Faby Gino

 

EFEITO BORBOLETA

 

"O bater de asas de uma simples borboleta poderia influenciar o curso natural das coisas e assim, talvez provocar um tufão do outro lado do mundo."  

                                                              Edward Lorenz. (Teoria do caos).

 

 

Como discutimos no post anterior, precisamos estar felizes para sermos mães melhores, afinal ninguém consegue dar o que não tem. Partindo desse princípio é fácil concluir que, como num efeito borboleta, o seu bem-estar vai contagiar todos ao seu redor.

 

Simplificando a teoria do caos, ela nos diz que pequenos eventos podem originar grandes consequências e aplicando essa teoria ao nosso dia-a-dia, isso quer dizer que: Se você, mãe, está tranquila, passa tranquilidade aos outros e principalmente aos filhos, por outro lado, se você estiver mal-humorada, o mau humor também os contagiará.

 

Que isso não se torne mais um motivo de cobrança, afinal nós, mães, também vivemos aquele dia péssimo, e sendo mulheres, mães e muitas vezes profissionais que trabalhamos fora de casa, sofremos o impacto do dia a dia, o que por si só nos dá o direito de ficarmos mal-humoradas de vez em quando, desde que isso não se torne um hábito.

 

O Bem-estar está associado à boa alimentação, a saúde em geral, aos bons relacionamentos, a sensação de satisfação, a segurança, estar bem não só conosco, mas também com os outros, ter objetivos e muito mais.

 

Uma mãe/mulher, que nunca encontra espaço para fazer algo para si mesma fica sem aquela 'cota básica' de bem-estar ou de realização diária e consequentemente fica mais susceptível aos agentes motivadores do mau humor, perdendo a paciência com mais facilidade e nas explorações diárias de nossos 'anjinhos', rumo ao descobrimento de si mesmos e do mundo o que eles mais demandam da gente é a tal da paciência.

 

Quando priorizamos o nosso bem-estar temos como benefícios, maior autocontrole, menor estresse e ansiedade, melhora da saúde física e mental e, portanto melhor qualidade de vida.

 

Para criar uma estrutura que faça sentido para sua vida é preciso conhecer-se. Faça um diagnóstico interno para entender quem é você e do que exatamente você precisa. O autoconhecimento é um grande aliado na descoberta do que nos faz feliz!

 

Na medida do possível tente:

 

1- Alimentar emoções positivas e ser otimista - Veja o lado bom das coisas que te acontecem, mude o foco para o positivo, melhore seu pensamento. Aprenda a lidar com as emoções negativas e positivas de forma adequada.

 

Outro dia eu estava tentando ver uma série, num programa que meu irmão baixou pra mim no ‘Tablet’ e não consegui porque as legendas não estavam disponíveis, fiquei muito chateada (era o último capítulo). Quando eu estava prestes a desligar, pra não dizer quebrar o ‘Tablet’, cliquei em ‘filmes novos’ e descobri lá o filme Hidden figures (Estrelas Além do Tempo), que acabou de sair do cinema sem que eu tivesse visto, eu nem sabia que o programa tinha filmes novos e nem saberia se eu tivesse conseguido ver o ultimo capítulo da série. Às vezes é muita sorte não conseguir o que queríamos, porque podemos conseguir algo melhor, mas precisamos treinar nossa mente para estarmos atentos a isso.

 

 2-  Sair com as amigas - Esta é uma prática que alimenta a alma e recarrega as energias, além de ser importante para reafirmar nossa identidade, uma vez que apenas os papéis de mãe e profissional não definem quem somos por completo.  A Jornalista e escritora Mariana Kalil cita em uma de suas matérias a fala de um conferencista que afirma que o “tempo gasto” com amigas é tão importante para a saúde das mulheres como correr ou fazer ginástica (http://revistadonna.clicrbs.com.br/coluna/mariana-kalil-tempo-com-as-amigas/)

 

Eu particularmente prefiro encontrar com as amigas!

É sempre muito bom colocar a conversa em dia, relembrar velhos tempos, ativar antigas e boas emoções ao lado de pessoas que as vivenciaram conosco.

 

 

3 - Construir compromissos com o que te faz bem.

 

Faça ginástica, se é disso que você gosta (afinal tem gosto pra tudo), leia bons livros, assista bons filmes, cozinhe (prefiro fazer ginástica). Cultive significado naquilo que faz!

 

4 - Cuidar e principalmente acreditar em si mesma.

 

Inclua na sua rotina momentos de autocuidado, mesmo que, eventualmente, tenha de gastar um pouquinho com isso. Pode ser uma massagem relaxante, um horário fixo pra fazer as unhas, um banho tomado com calma, com sais, sabonetes ou produtos especiais. Permita-se pequenos prazeres. Eles fazem bem e renovam as energias.

 

5- Conquistar e realizar o que gosta. - Defina meta, estabeleça objetivos e vá atrás deles, A falta de objetivos é o grande responsável pela sensação de vazio, desperdício de tempo e falta de motivação.

 

É importante conhecer-se bem – saber sobre os próprios interesses, habilidades, pontos fortes e a melhorar.  Se a pessoa não sabe por que faz as coisas ou qual é o resultado final desejado, a sensação de estar sendo inútil é inevitável.

 

As metas e objetivos funcionam como um orientador de nossas ações. Como disse Lewis Carroll em Alice no País das Maravilhas: “Se você não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve”.

 Entretanto, é imprescindível estarmos atentos para as condições que tornam nossos objetivos e metas alcançáveis. (tempo, dinheiro, dedicação, etc.) e para fatores que fogem ao nosso controle (sorte, empenho/favores de outras pessoas). Do contrário, corremos um grande risco de nos frustrarmos.

 

6 -Deixe brilhar a sua luz!

 

Coloque amor no que você quer. Coloque amor no que você faz. Transforme tudo em um ‘mar de rosas’. Assim, a vida fica mais leve. Mais digna de ser vivida e aprendida. Cada momento que vivenciamos é fundamental para nosso crescimento. Não importa se estamos vivenciando um grande desafio ou vivendo um período de boa sorte, cada segundo de vida esconde em si o potencial de despertar nossa luz. Que nossas escolhas sejam sempre guiadas pelo AMOR.

(http://conectamaesbh.com.br/os-desafios-de-ser-mulher-no-mundo-atual/).

 

7 - Ocupe-se consigo mesma de vez em quando.

 

Gente eu sou mãe de gêmeas, sei o quanto me ocupar comigo mesma é difícil, às vezes até impossível, mas também sei o quanto isso é importante e fundamental pra manter saudável meu relacionamento com elas e com os outros.

Não é porque as crianças foram passar a tarde de domingo com a avó que você precisa preencher seu tempo com as coisas que estão por fazer em casa. O armário pode esperar para ser arrumado! A louça pra lavar não vai sair do lugar. Não, você não está sendo improdutiva. Está “apenas” curtindo algumas horinhas de descanso merecido depois de uma jornada pesada de trabalho! O serviço a fazer uma hora ou outra terá que ser feito, mas que não seja na hora do SEU MOMENTO de se ocupar consigo mesma.

 

8 - Respira e Relaxe

"Respira! Serás mãe por toda a vida. Ele será criança só uma vez.”

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

CONTATOS
ONDE ME ENCONTRAR

e-mail: fabygino@yahoo.com

Páginas Facebook:  @lugardemulhereondeelaquiser01

@arteemdobroartesanatos

 

  Instagram: 

@universo0feminino

@arteemdobroartesanatos

ENVIE-ME UM RECADO
SIGA-ME
  • Facebook Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now